NOTÍCIAS

11/12/2018

Temos muitos desafios, mas juntos iremos superar cada um deles

O Brasil precisa mudar.
Esta, talvez, seja uma das afirmações que mais encontre, senão unanimidade, pelo menos uma concordância quase que de todos.
Mas a mudança que o país precisa não é apenas política, partidária ou econômica. E o período eleitoral provou isso.
Com a polarização da preferência dos eleitores, o que se viu foram poucas propostas de como gerar uma mudança equilibrada e sustentável.
Por outro lado, ataques entre os candidatos – fato que se tornou rotina nas eleições pelo mundo inteiro – e, o que considero muito pior, discussões intermináveis pelas redes sociais pelos simpatizantes de cada um dos postulantes ao cargo máximo do Brasil.
A beligerância instalada entre as pessoas chegou a tal ponto, que se deixou de buscar as qualidades dos candidatos e o que se viu foi um desfile de tentativas de desqualificação em todos os âmbitos.
Será que este é o Brasil que queremos?
A intolerância e as agressões gratuitas deixaram suas marcas neste período. E, certamente, levarão um bom tempo para serem minimizadas.
A mudança não acontece somente com a troca de nomes. Ela surge quando todos transformam em prática o discurso.
A união e a integração de forças só alcançam resultados quando há o engajamento verdadeiro e persistente, com exemplos concretos de participação e comprometimento.
É chegada a hora de cada um fazer um pouco a mais. Sabemos que os empreendedores já são cobrados ao extremo, mas a sociedade, as entidades e a nossa comunidade precisam de todos irmanados e ativos mais uma vez.
Se a retomada do crescimento está sendo lenta, a força que surge do associativismo vai fazer com que ela seja constante.
Já pagamos um alto custo pela falta de uma visão coletiva verdadeira. Temos, mais uma vez, que acreditar que o próximo ano irá trazer melhores frutos.
É o desejo que todos almejam e, mesmo com todos os desafios que se avizinham, juntos iremos superar um a um com confiança e firmeza.
Alexandra Nicolini Brufatto
Presidente da CIC

Compartilhe

Últimas notícias

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Como podemos ajudar ?