NOTÍCIAS

08/26/2020

Reformas devem reduzir tributos e cortar gastos estatais

Propostas de reformas tributárias entraram na pauta dos governos federal e estadual.
Não é de hoje que o setor produtivo aguarda uma mudança que descomplique e acabe com a burocracia nos tributos, diminua o peso dos impostos sobre a produção e o emprego e possibilite maior competitividade às empresas no Brasil.
Também não é de hoje, que a CIC e a CDL, juntamente com as federações e demais entidades empresariais, são contrárias a qualquer aumento desta carga que já pesa de maneira injusta sobre as empresas.
Sempre afirmamos nossa posição contrária a qualquer elevação de impostos. Os novos modelos devem garantir justiça fiscal e também apresentar medidas que levem ao corte de gastos e a redução do tamanho do estado.
Além de simplificar o sistema tributário, a mensagem que os governos devem transmitir para a sociedade e para a classe empresarial é de que chegou a hora de compartilhar a responsabilidade pelo equilíbrio das contas públicas, reduzindo suas despesas e cortando privilégios históricos.
Acreditamos que a famigerada fúria arrecadatória deve ser substituída por um sistema que redistribua a carga tributária, estimule a atividade econômica e favoreça a retomada pós-pandemia, tratando o empreendedor como parceiro desta construção e não como alvo para suprir a ineficácia administrativa.
Tobias Debiasi
Presidente da CIC

Compartilhe

Últimas notícias

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Como podemos ajudar ?