NOTÍCIAS

07/05/2022

Para Gerdau, Custo Brasil e Educação são maiores desafios do país

O presidente da CIC, Tobias Debiasi, participou da RA CIC Caxias do Sul de segunda-feira, 4 de julho, que contou com a presença do presidente do Conselho Superior do Movimento Brasil Competitivo, Jorge Gerdau Johannpeter.

Falando sobre “Valores e propósito de um líder transformador”, ele integrou o projeto Histórias Inspiradoras da entidade caxiense. Jorge Gerdau Johannpeter exerceu os cargos de CEO e presidente do Conselho do Grupo Gerdau.

Com forte atuação na busca pela eficiência e qualidade da gestão nos setores público e privado, é presidente emérito do Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade (PGQP) e membro das Academias Internacional e Brasileira da Qualidade.

O empresário expôs sua visão sobre diferentes temas, mas enfatizou a importância de pontos que considera básicos tanto na vida pessoal como empresarial, que são valores, ética, respeito e cultura. “A cultura de valores deve predominar o ambiente da empresa de cima até o chão de fábrica. Não se chega a 100 anos sem ética e sem valores”, sustentou.
Jorge Gerdau também revelou três frentes que considera importantes para o sucesso de qualquer empresa ou atividade: felicidade de todos os stakeholders (partes interessadas), sustentabilidade econômica, social e ambiental e competência técnica, humana e conceitual. “Estes três conceitos, no meu entender, são a essência de como tenho que me posicionar na liderança e na condução de uma empresa. Não pode ter stakeholder insatisfeito, ele estraga o resto também”, alertou.  
A importância do benchmark para o aumento da produtividade, a relação entre competitividade e Custo Brasil e participação política também foram assuntos abordados pelo empresário no decorrer de sua palestra na CIC Caxias. Ele, porém, foi enfático ao afirmar que melhorar a educação básica no País é, certamente, um dos desafios mais importantes a serem superados.
Chamou a situação de irresponsabilidade coletiva, e que é cada vez maior a relação entre educação, desigualdade social e crescimento econômico. “O maior desafio que temos é no campo da educação. No mundo de hoje já não basta a educação convencional, ele exige patamares superiores. Se eu quero construir o desenvolvimento, eu só consigo com educação e capacitação”, observou. Gerdau defendeu a utilização de práticas de gestão e acompanhamento de resultados para fazer evoluir a qualidade do ensino. “É preciso exigir mais para ter resultados melhores”, argumentou.

Compartilhe

Últimas notícias

Como podemos ajudar ?