NOTÍCIAS

Não abrimos mão de debater com clareza o futuro das rodovias

A pauta das concessões das rodovias no Estado e, especialmente em nossa região, além de ser um tema delicado e controverso, tem uma complexidade muito acentuada.
Desde a abertura dos debates sobre o modelo apresentado pelo Governo do Estado, a CIC está empenhando todos os seus esforços para participar presencialmente de todas as reuniões que buscam avaliar a proposta.
Estamos em uma verdadeira encruzilhada. Temos que optar por estradas sem nenhuma infraestrutura e de grande risco aos seus usuários, nesse caso sem sermos obrigados a pagar pedágios, ou com investimentos em infraestrutura, segurança e ampliações, com pedágio.
A CIC, enquanto entidade quase que centenária na defesa dos interesses de seus associados e do desenvolvimento empresarial, defende um modelo que não onere em demasia quem precisa transitar pelas rodovias, mas que todos tenham condições seguras de tráfego, com estradas compatíveis com a grandeza de nossa região e que preserve vidas e os bens que por elas rodarem.
Entendemos que o modelo de concessão deve ser revertido imediatamente em benefícios para as comunidades, com 100% dos recursos obtidos a partir dos pedágios reinvestidos nas próprias rodovias.
Já temos tributos demais que não retornam da maneira mais adequada à sociedade. Por isso estamos atentos a esse debate, porque seus resultados terão efeitos diretos por 30 anos.
Tobias Debiasi
Presidente da CIC

Compartilhe

Últimas notícias

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Como podemos ajudar ?