NOTÍCIAS

Em quem acreditar na era das fake news?

Poucas expressões ganharam tanta notoriedade nos últimos tempos como “Fake News”.
Definida como “Notícia Falsa”, em sua tradução livre, seus efeitos prestam um desserviço de proporções inestimáveis.
Além disso, gera um sentimento de desconfiança generalizada.
E esse julgamento influencia diretamente na forma como entidades, instituições e empresas comunicam-se com seu público.
Conquistar a atenção diante deste cenário de enfrentamento constante com informações que misturam realidade e ficção é o maior desafio.
Poucos tiveram tempo de adaptar-se às mudanças que revolucionaram a comunicação.
E ficou difícil saber distinguir o que é verdade em tempo de fake news.
Os indivíduos passaram a desprezar a verdade e a confiar e acreditar nas verdades convenientes, nos fatos que se encaixam nas suas visões.
Esse fenômeno está fazendo com que as pessoas virem as costas para os fatos do cotidiano, que é o que realmente as move.
Uma das dicas que posso dar é desconfiar do que parece ser absurdo em um cenário normal.
A verdade é muito menos sedutora do que o sensacionalismo.
A outra e, mais importante, é confiar nas instituições que tem em seu histórico a construção da credibilidade pela defesa de seus propósitos.
A CIC leva a sério esses princípios e tem responsabilidade sobre cada informação que oferece a seus associados e à comunidade.
A resposta para a pergunta não é simples, mas faz parte da transformação da nova era da comunicação.
Pratique isso, não caia nas armadilhas das mídias antissociais, construa laços e viva com mais felicidade e menos julgamento.
Cassius André Fanti
Jornalista / Assessoria de Comunicação CIC

Compartilhe

Últimas notícias

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Como podemos ajudar ?