NOTÍCIAS

09/25/2020

Eleições em tempos de pandemia

As excepcionais circunstâncias da pandemia tornam-se mais inusitadas neste período de eleições municipais de 2020.
Com a teimosia do novo Coronavírus, o acanhado adiamento da votação não chega a retirar da fase de perigo de contágio vários atos que envolvem as eleições, principalmente os de propaganda.
Por conta disso, a regularidade do resultado das urnas depende muito do esforço conjunto da Justiça Eleitoral, dos partidos políticos, dos candidatos e dos eleitores.
O dia 27 de setembro marca o início da propaganda eleitoral, que é o meio empregado por partidos e candidatos para se darem a conhecer e buscarem aprovação junto aos eleitores. Em eleições municipais, a propaganda caracteriza-se pelo corpo a corpo, representado pela visita dos candidatos às comunidades, pelo contato pessoal, pelo aperto de mão, pela distribuição de materiais impressos e, sobretudo, pela realização de comícios.
Todos esses meios desafiam as prescrições de cuidados contra o contágio do vírus e estimulam a criatividade dos interessados.
As posturas individuais de adesão ou rejeição aos cuidados recomendados pelos agentes de saúde decorrem de convicções culturais, políticas ou sanitárias e são uma realidade muito presente, mas espera-se que a campanha, sem deixar de acontecer e se mantendo a busca pelo voto, atenda aos interesses de todos.
Daí a importância de priorizar, o máximo possível, a opção pelo emprego de recursos tecnológicos como as redes sociais, os aplicativos de mensagens e os chamados livemícios, capazes de viabilizar aos candidatos a sadia busca pelo voto, e aos eleitores o necessário conhecimento das intenções e reputações dos pretendentes a ele.
Dr. Gérson Martins da Silva
Juiz da Comarca de Garibaldi

Compartilhe

Últimas notícias

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Como podemos ajudar ?