NOTÍCIAS

10/01/2020

DNA Empreendedor – Clacir Romagna | Restaurante Fenachamp

“O empreendedor deve ser uma pessoa de coragem, que conhece seus objetivos e o mercado em que atua e, fundamentalmente, que tem o apoio da família”.
E é exatamente por praticar este conceito que Clacir Romagna, um dos proprietários do Restaurante Fenachamp, enfrenta um dos maiores desafios que o setor da gastronomia, turismo e eventos atravessa em sua história.
A pandemia do novo Coronavírus derrubou todo o planejamento para o ano. “Mais de 50 eventos que estavam programados cancelados. Desde a segunda quinzena de março até o começo de setembro, foram 160 dias de portas fechadas”, conta Romagna.
Estamos falando de um empreendimento referência para o turismo, que recebia, até o ano passado, cerca de cinco mil pessoas por mês, oriundos de todo o Brasil e até de países do Mercosul.
As dificuldades não diminuem a motivação de Romagna, que lembra de quando assumiu o restaurante, há 29 anos. Ele diz que o turismo na região era muito diferente do que é hoje.
“Quando assumimos nosso grande desafio era definir qual era o caminho que iriamos seguir. Passamos a buscar grupos e excursões para os finais de semana. O Sky recebia muitas excursões de estudantes e a Maison Forestier tinha uma vocação turística. Isso abriu algumas portas para definirmos o nosso foco”.
Um ano depois já recebia grupos da CVC. Para ele a integração sempre rendeu frutos para o turismo regional e, com a pandemia, este conceito ganhou ainda mais força.
“Fomos impulsionados a nos reinventar, mudar o foco e adaptar nossa estrutura para atender aos anseios do novo turismo. O maior desafio dos segmentos ligados ao turismo, gastronomia e eventos será sobreviver e inovar. A persistência, organização e conhecimento de mercado serão imprescindíveis”.

Compartilhe

Últimas notícias

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Como podemos ajudar ?